quinta-feira, 1 de outubro de 2015

AMOR AVENTUREIRO







 
AMOR AVENTUREIRO
Sou o amor um grande aventureiro 
vivi ilusões em lugares proibidos
Tive paixões em lugares escondidos
Nalgum intenso sentimento inteiro
De infante quando me fiz adolescente
Acometido da febre febril do desejo
Pequei desejando desejos incoerentes
Pequei pecados impensados indecentes 
Nem sei agora o que quero e onde vou
E ao longo de minha vida o que restou 
São amontoados de erros impensados
Dores ou felicidades foram acumulados
Em expostos versos poéticos mostrados
Em acervos de sentimentos reciclados.
Sou tão diverso e sou tão maltratado
Incompreendido e solitário abandonado…. 
E sei qu sou um amor aventureiro!
Alma Gort

Forum poesias